Saga contra a assadura

Gente, a primeira vez que a minha filha teve uma assadura me assustei! Ela simplesmente apareceu de uma troca de fralda para outra e minha primeira reação foi achar que era um alergia.

Pois liguei para uma amiga mamãe e pediatra que me disse: Ruth, é uma assadura. Faz banho de assento com chá de camomila e utiliza a pomada Cetrilan. Comprei a pomada, passei o chá de camomila e o negócio não melhorava.

Liguei então para minha pediatra que disse que possivelmente era fungo (cândida), já que ela estava gripada e com isso o organismo fica mais suscetível a infecções.

Comecei então com o clotrimazol a cada troca de fralda e o candicort (betametasona + cetoconazol 2x dia – no máximo por 7 dias).

Outra amiga dermatologista me instruiu a fazer a limpeza do bumbum com algodão e óleo de girassol (esse mesmo de cozinha). Por incrível que pareça, não fica uma meleca! Retira as fezes sem agredir a pele que já está inflamada e ainda forma uma camada protetora.

Após 2 semanas nada do negócio melhorar. Outra amiga pediatra me passou o oxiconazol (amigas da área é o que não me faltam!). Melhorou um pouco, mas depois de uma semana a assadura não piorava mas também não melhorava.

Então fui para internet e vi o relato de uma mãe que só conseguiu vencer a assadura com Vodol em pó (tb antifúngico – miconazol). Pois bem, já havia passado de tudo, não custava tentar. E não é que o negócio resolveu!!!! depois de 3 semanas assada finalmente minha filha ficou livre da assadura.

Fiz assim: em toda troca de fralda passava uma camada fina do pó e por cima o cetrilan, que é mais espessa e se mantém na pele por mais tempo. Em 3 dias a assadura já estava praticamente curada!

Depois de 1 mês, uma nova gripe e eis que volta a assadura. Resolvi testar o Dermodex Tratamento que contém Nistatina, outro antifúngico  (cara por sinal…). Melhorou no início mas depois estabilizou. Então voltei para o vodol + cetrilan e novamente em 3 dias a assadura se foi.

Acredito que essa combinação deu certa pelos seguintes motivos:

– Contém antifúngico (miconazol)

– A forma em pó deixa a região seca inibindo a proliferação de fungos que adoram calor e umidade.

– A pomada (cetrilan)  que além de aderir melhor na pele (não sai na fralda evitando o contato do xixi e fezes com a pele) ajuda a cicatrizar e a restaurar a pele.

Vale ressaltar que deve-se trocar a fralda assim que o bebe faz cocô e no mínimo de 3 em 3 horas se apenas xixi.

Espero que esse relato possa ajudar alguma mamãe que não consegue se livrar da maldita da assadura!!!

Ps: tb usei a maisena, não adiantou.

Ps2:Isso aconteceu com a minha primeira filha, com a segunda nunca sofri com isso (só com as bronquiolites no primeiro ano, assunto para outro post…).

Abraços,

Ruth Heilmann – Mãe de duas princesas.

Anúncios

Um comentário sobre “Saga contra a assadura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s